Manutenção - Casa na Árvore

Projetos Infantis > Manutenção

É natural que uma construção passe por algum tipo de manutenção, seja ela preventiva ou não. Este manual tem como objetivo passar informações relacionadas a manutenção para os clientes da empresa Casa na Árvore. Leia com atenção e lembre-se de que estamos a disposição através do e-mail contato@casanaarvore.com ou fone (43) 3323 8858.

Impermeabilização

As madeiras que ficam expostas ao tempo são tratadas em autoclave, entretanto, isto não quer dizer que elas não necessitam de uma impermeabilização. Utilizamos o Osmocolor Ultra Violeta Gold, da marca Montana. Antes da entrega de nossas construção, damos a primeira demão deste impermeabilizante, no entanto, como a madeira está sendo impermeabilizada pela primeira vez, existe uma tendência da madeira “sugar” o impermeabilizante fazendo que outras demãos sejam providenciadas ao longo dos anos. Sugerimos uma impermeabilização a cada ano nos primeiros 3 anos, sendo que um ou no máximo dois galõezinhos de 3,6 litros serão suficientes para cada impermeabilização.

Vale mencionar que não se trata de um verniz que posteriormente deverá descascar e terá que ser lixado pois o osmocolor penetra dentro da madeira e não exige que a madeira seja lixada antes de ser aplicado novamente. Este produto (Osmocolor UVGold) é fabricado pela Montana e pode ser adquirido na Telha Norte, Leroy Merlin ou casas de tintas mais especializadas. O valor do galão de 3,6 litros gira em torno de R$120,00 (valor em 2012).

Não existe a necessidade de misturar absolutamente nada ao produto que já vem pronto para ser utilizado, seja com pincel, rolo ou pistola caso você tenha um compressor. Por último, informamos que não existe a necessidade de contratar um pintor especializado pois este produto pode ser aplicado por qualquer pessoa. O único cuidado é para não deixar escorrer e assim marcar a madeira. Desta forma, basta aplicá-lo com o cuidado e não exagerar na hora de molhar o pincel, ou seja, tire o excesso na hora da aplicação.

Cobertura

A cobertura com várias águas implica em manter as águas-furtadas sempre livres de sujeira (ex. folhas, frutos, flores, galhos e etc). Por exemplo, uma cobertura em 8 águas tem 4 águas furtadas. Águas furtadas são apenas o encontro de 2 águas.

Vale mencionar que as coberturas de nossas construções permitem que um adulto caminhe sobre a mesma sem qualquer problema ou dificuldade já que a tenha de asfalto utilizada é muito semelhante a uma lixa e isto impede que a pessoa escorregue enquanto está caminhando sobre o telhado. O encontro das águas (denominadas águas furtadas) devem ser mantidos sempre livres de sujeira. Caso a sujeira se acumule nesta área, automaticamente a água da chuva também poderá parar fazendo com que possa haver infiltração.

Cupim

Entre as razões que tornam os cupins um grande problema a qualquer construção de madeira, pode-se mencionar que eles tem vida longa, são sociáveis, isto é vivem em colônias. Eles também são protegidos por variações climáticas e de inimigos naturais pelo comportamento criptobióticos (vivem em “fendas”). Além disto, os danos dificilmente aparecerão antes que a população esteja muito numerosa e eles tenham que comer mais celulose da estrutura que estiverem se alimentando.

Desta forma, é necessário que fiquemos sempre atentos ao ataque de cupins. Eles constroem uma trilha de aproximadamente 1 cm de largura e comprimento indefinido. Ao quebrar um pedacinho da trilha é possível observar se eles estão utilizando a trilha para subirem e descerem. Sugerimos que a trilha deles seja destruída e em seguida a aplicação de um cupinicida por toda a trilha assim como ao redor do tronco na base fazendo com eles evitem a tentativa de subida pelo tronco das árvores.

Broca

Ao contrário dos cupins, as brocas (da família dos besouros) não são sociáveis e videm de forma isolada. Existem mais de 300 mil espécies sendo a maior ordem do reino animal. Esses besouros furam a madeira em busca de alimento e abrigo. Apresentam os seguintes estágios; ovo, larva, pupa e adulto. São as larvas que atacam as madeiras para se alimentar. Como não são animais sociais, eles cavam galerias individuais. Essas galerias são fechadas pelas suas próprias fezes.

Dica: É possível observar resíduos semelhantes a serragem bem fina, que saem pelos orifícios deixados. Desta forma, já é possível saber que se trata de um ataque de brocas e não de cupins. Elas podem chegar pelo ar e devem ser combatidas com um veneno chamado Termidor. Será preciso identificar os buracos onde elas estão escondidas e aplicar o veneno com seringas assim mesmo de forma bem manual. É possível passar nas paredes e vigamento com compressor, no entanto, o melhor efeito do veneno se dá quando aplicado com seringa de forma individual nos buracos por elas abertos.

Casa na Árvore

Acompanhe:

Casa na Árvore | Londrina - PR | Fones: +55 43 9151-4272 | fale@casanaarvore.com

 

Você gosta de Árvores?
Cadastre-se para receber a news mensal do Clube da Árvore.